Arquivo da tag: Para Pensar

NEED TO WANT LESS

Série da designer Erin Hanson

Para parar um minutinho e pensar em como vc encara a relação “querer x precisar”

Este slideshow necessita de JavaScript.

To do list.

To Do List from TENDRIL on Vimeo.

Como a ficção pode mudar a realidade

Você já pensou em como as estórias  mudam nossa perspectiva de realidade ?

Nessa fascinante animação do TED-Ed, Jessica Wise conta como os principais romances populares, desde ‘Orgulho e preconceito’ até ‘Harry Potter’, moldaram nossa sociedade .

Muito foda.

Eu amo pessoas.

Benjamin Jenks é um cara que tinha uma viagem dos sonhos. Porém, a dele era um pouquinho diferente. Ele não queria conhecer Paris, Indonésia ou a China. Ele queria conhecer o máximo de gente possível em um mochilão pelos Estados Unidos.

O resultado dessa trip é este vídeo incrível

Deu vontade de levantar da cadeira, pedir demissão e cair no mundo? De tirar do papel aquele plano ou sonho que vc tem faz anos?

Pois bem, esta era a intenção de Jenks. O cara, não feliz em realizar seu sonho, criou o Adventure Sauce : um  site com vídeos , dicas, textos e imagens para motivar as pessoas a realizarem seus sonhos .

“I’m Benjamin Jenks and I help young adults get what they want out of their life, work, and travel, so that every morning is the start of another epic and spicy adventure.”

A teoria motiva e ao mesmo tempo frustra. É fácil criar desculpas de que você gostaria de ter tempo (e dinheiro) para tirar os sonhos do papel, viver uma aventura , quebrar a rotina, se sentir mais vivo ….

Por isso, daqui da minha cadeira, eu acredito que aventuras não se medem em tamanho, loucuras ou grandes viagens e projetos. Sim, elas fazem parte. Mas, na minha opinião, apenas encarar a vida com a inocência de quem não sabe tudo, deixar a cabeça aberta para coisas e pessoas novas, sem preconceitos e regras sociais já é um enorme passo para se sentir vivo e viver uma nova aventura todos os dias.

Qual a sua perspectiva de tempo?

No meu trabalho estamos sempre tentando categorizar a atitude das pessoas:  pela geração, ambiente, cultura, religião.  Porém, eu nunca tinha perdido muito tempo pensando  no motivo pelo qual esses grupos entram em conflito:  as gerações se estapeando no mercado de trabalho, preconceitos culturais ou guerras religiosas. Enfim , para mim  a intolerância era apenas uma questão de diferentes pontos de vista, crenças cegas ou, em uma menor escala, um comportamento imaturo qualquer.

Daí vem o psicologo Philip Zimbardo com a teoria de que as pessoas tem percepções diferentes do tempo e isso pode ser um dos grandes motivos de desentendimentos entre elas.  

Pirei. Faz todo sentido.

Colocando a teoria no nosso dia a dia urbano e tecnológico, podemos identificar que alguns vícios, ansiedades e problemas sociais também são “culpa” das diferentes perspectivas de tempo.

Dá uma olhada e me conta o que vcs acham…

O que tem dentro da sua bolha?

Muito interessante e verdadeira a teoria do Eli Pariser sobre uma bolha de conteúdo que suas ferramentas de internet criam para você.

Dependendo de sua localização e cliques anteriores as informações são diferentes, cada vez mais personalizadas para  seu estilo e interesses. O problema de tudo isso é que a real função da internet se perde. Ao invés de abrir portas e nos conectar com o mundo, acaba nos fechando  em um bolha.

É de se pensar, mesmo. O mais triste é que acredito que alguns não querem estourar esta bolha. Percebo uma ansiedade gigante das pessoas querendo ser referência dentro de seu próprio mundinho que esquecem de olhar o que tem lá fora…

7 bilhões de pessoas

Não precisamos de espaço, precisamos de equilíbrio 🙂

Excelente 2011 para todos !!!! 🙂